3 Comentários

  1. Guido Augusto Soldera

    Ótima reflexão. Lembrei-me da fala da Márcia Tiburi e de Skinner. A professora insiste em designar os alunos de estudantes. É uma forma de colocar em exata evidência a ação que os torna o que são. Skinner já colocou como soluções para a comunidade verbal ter uma exatidão e controle maior quando se comunica algo. Não há inteligência, e sim esforço, foco e persistência.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *